segunda-feira, 15 de julho de 2013

PORRA NIÇÃ

COMO RAIOS VOCÊS CONSEGUEM LANÇAR UM CARRO QUE FAZ O ETIOS PARECER UM LEXUS? Créditos das imagens: Auto Realidade
Um grande total de ZERO airbags, para um potencial de uma ou mais caveiras que significam PRERIGO nos testes das autoridades russas de crash-test

A o carroça tem ar condicionado por menos de 7 mil Obamas, mas não tem limpador e desembaçador traseiro!


A Nissan quer vender isso na Índia, sendo que os indianos não toleram pelados? Imagina na Indonésia e Rússia,  vão dar o carro de brinde na compra de um Nissan

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Car and Alho Repórter: A Volkswagen do Brasil de hoje é a GM americana da década de 80?

Pra começar, vejam essa matéria da Car and Driver americana pra entender melhor. E pensar que a Chevrolet brasileira ia no mesmo caminho há uns cinco anos atrás.

1: Arrogância nascida do sucesso: É realmente preciso falar isso de uma montadora conhecidíssima por provavelmente achar que qualquer coisa com uma bola com um V e um W na grade vá vender feito água no deserto?
2: A perseguição por mais: Neste caso, mais lucro. Que diga a infame desatualização dos motores (APzaum for-nearly-ever) e o abandono de alguns modelos que ainda tinham algo a dar (#RIPParati #SalvemAsPeruas) enquanto alguns outros mantinham-se apenas maquiados e com preços fora da realidade (KOMBI E GOLF, ESTAMOS JOGANDO O ALHO EM VOCÊS!)
3: Negação de risco e perigo: Começemos lááááááááááááá na época da Autolatina, quando a VW matou o Voyage e passou os outros quinze anos tentando achar um sucessor decente, até ter que ressuscitá-lo para enfrentar uma concorrência que ficaria ainda pior com o tempo. Ah, não nos esquecemos dos mais de oito mil recalls e a famigerada depenação do Gol iniciada de certa forma no G3 e terminando no infame G4 (que já teve a desonra suprema de aparecer nesse blog). Sem contar a infame estratégia de priorizar custo-benefício, valor de revenda (puta desculpa de cara que acha que carro é investimento) e (suposta) durabilidade, sendo que não só a imprensa especializada...
Spoiler: Das Auto levou Dez Alho
Tirando o Jetta turbo, que é um motherfucking carro mesmo (infelizmente custa os olhos da cara), mais uma vez, Das Fail

...como os próprios consumidores (incluindo aquela parcela de fundamentalistas que acham que japonês só faz pastel, italiano só faz pizza e francês só faz ferrar o Brasil em Copa do Mundo) migrou para outras marcas nos segmentos acima do popular (nem só de Gol e Fox vive o homem). Resultado: há onze anos a VW não lidera em vendas no geral, e grande parte das vendas do produto principal (Gol) é para frotas e companhias de serviços.

Pulemos o estágio 4 do texto americano porque a VW não fez nenhuma compra de empresas ou coisas parecidas desde que o pessoal desse blog se vê como gente (ou boneco humano). Parece que a Volkswagen está indo direto ao estágio 5 a médio ou longo prazo: render-se à condição de irrelevância ou se ferrar de uma vez por todas. Porém, parece que estão se esforçando para voltar ao patamar anterior, vide futuros lançamentos do Up! e do Santana (usamos a pontuação correta?)

(prevemos comentários inflamados de fanboys nos premiando com uma viagem de uma semana para um campo de trabalhos forçados na Coréia do Norte)

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Dome Zero

 童梦-零 (Dome - 0)

 童梦-零  era um protótipo da DOME Co. Ltd, exibido na 48ª edição do Salão do Automóvel de Genebra. Não deixou de ser protótipo porque o  童梦-零  tem um design bizarro, que afetou suas tentativas de homologação no Japão e no exterior. Seu desenho jenial inovador veio baseado numa experiência adquirida em corridas, e decidiram levar a ideia às 24 Horas de Le Mans. Ainda assim, esse carro trouxe muitas evoluções à indústria automotiva japonesa da época.

Dome - 0 no Gran Turismo 4
Apesar das falhas em homologação, o  Dome - 0 fez sucesso no mundo dos games, sempre aparecendo como prêmio em games como SEGA GT 2002, Gran Turismo 4 e Gran Turismo 5. Realmente é um carro incrível.

De qualquer forma, a originalidade do saudoso  童梦-零 jamais será esquecida.





ME EXPLICA ESSA PORRA

Mas nós estamos apenas quase na metade de Janeiro e a Honda já vai colocando modelo 2014? Porra, já nem começou o ano direito e ganhamos um sério candidato ao Crap Ten quando  se esse blog completar um ano de idade!

sábado, 22 de dezembro de 2012

Ideias Jeniais: FIAT em Como Destruir a Reputação do Marea

O Marea era infinitamente superior ao Tempra, tinha a  versão Turbo ainda mais poderosa (em relação ao já poderoso Tempra Turbo), e por uma certa razão falhou e foi aos tempos sendo depenado.

Tudo por causa de uma pequena linha no manual que recomendava a troca de óleo a cada 15.000 km (nem os Porsche 917 que destruíram Le Mans faziam isso com óleo qualquer!) e da mão de obra desespecializada da FIÊT digna de lendários futebolistas poloneses. Resultado: os Mareeiros (se escreve assim mesmo?) que seguiram o manual assim como as leis da Arábia Saudita são feitas na base do Alcorão se ferraram porque um estagiário por alguma razão pôs um 1 na frente do 5 e agora o Marea é tratado como um carro bomba do Hamas.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

MAS QUE MERDA O EDITOR FEZ?

Tivemos um pequeno enorme problema judicial e agora temos que trocar nosso logo pra evitar um processo megalodôntico. Aí o nosso exército de um panaca só foi colocar como imagem de topo a capa da nossa página no Livro de Caras e...

DEU MERDA!

Por isso estamos fazendo o Concurso Cultural de Merda para caçar um trouxa premiar um artista que fizer LA NOVA LOGOMARCA DE CAR AND ALHO!

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Car and Alho Repórter: Renault Mégane

Leitores da Car and Alho, poderiam nos justificar:


  • Por que razão o Renault Mégane é tão adorado pelos funkeiros?
  • Por quê a obsessão de funkeiros por um carro que já saiu de linha há dois ou três anos?
  • Por quê a Grand Tour nunca é citada?
  • Por que raios eles não partiram para carros mais manolizáveis, como o Corolla Brad Pitt ou o "New" Civic?
  • Por quê o Fluence não é adorado pelos funkeiros, mesmo sendo superior ao Mégane e dito como um sucessor espiritual?

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Dhalsim 1 Vôrolla 0

E depois de mais de oito mil derrotas em comparativos contra Gol, HB20, Onix e toda a putalhada das carroças populares, o Etios  finalmente ganhou um comparativo!

Sim, o carro é megapelado, lindo pra 1997, mas ganhou logo o comparativo do LatinNCAP como o único carro abaixo dos 40 mil reais a ganhar QUATRO estrelas no crash test.



Não só isso: o Etios ficou a apenas um ponto do Corolla e estuprou o modelo mais velho, maior e com o dobro do preço na proteção para as crianças.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Piores Versões do Mundo: 207 Blue Lion

Por quantos dois reais a Peugeot ofereceria isso na Argentina?


Imagine um carro sem ar condicionado e direção hidráulica. Agora imagine que ele não tem isso nem como opcional. Seria um carro de 1972? Não! A Pejô conseguiu a proeza de oferecer um modelo desses em pleno 2012! Com a desculpa de "mais ecológico e econômico", o 207 Blue Lion oferece uma ampla lista de equipamentos que inclui dois itens inovadores (pelo menos na visão do departamento de marketing após cheirarem um metro cúbico de cocaína): nada e porra nenhuma, pelo módico preço de 25 mil Dilmas. É um Peugeot-rativo!

Ou seja: em vez de tentar um esforço válido na economia de combustível e emissões como a Volkswagen (leia-se trecos Bluemotion), não, a Peugeot faz a porconomia e tira absolutamente todos os itens do carro, deixando-o mais nu do que os primeiros 206 1.0 que saíram do Rio.

Provavelmente a única razão da Peugeot ter lançado esta carroça é "vamos fazer um carro que tenha uma Azinho na etiquetinha do Inmetro"

E continua com um consumo de etanol ridículo

Sim, a Peugeot fez uma dorga de uma versão que só vai durar doze meses, porque, graças a Zeus, ABS e airbags frontais serão obrigatórios a partir de 2014. E pra piorar, entrou na desonrosa seção de Piores Versões do Mundo antes mesmo do lançamento oficial (que tipo de revista perderia seu tempo falando dessa joça? Ah, a gente).

E só pra que a gente se morda de inveja, "Blue Lion", na Europa, suignifica "modelo que tenha níveis de emissões mais baixas e é produzido em fábricas que possuam a certificação ISO 14001 e que, no fim de vida, oferecem nível de reciclagem de até 95%". Aqui no Brasil, significa PRERIGO!